Futebol no Planeta

Tite, o cara da renovação

Existe uma idéia criada por um filósofo alemão que diz que é o conjunto de ideias que definem um futuro. Podemos trazer isso para o mundo da bola dizendo que o futebol tem o seu próprio caminho onde ele cresce e muda. Mas isso não tem acontecido aqui no Brasil, o nosso futebol parou no tempo e não cresce. Pensando nisso vamos continuar nosso artigo.

Se nos esforçarmos, conseguimos reduzir uma partida de futebol para a seguinte definição: um embate físico, técnico, tático e psicológico. E é na última característica que reside a maior conquista de Tite no seu precoce trabalho com a seleção. Verdade seja dita, ainda há muito trabalho a ser feito, muito, alguns nomes da sua primeira lista foram criticados, com razão, e existe muito espaço para crescer, afinal, foram apenas dois jogos com Adenor à beira do campo. Mas foram dois jogos em que vimos uma postura extremamente diferente do que estávamos acostumados, a seleção canarinho se postou com mais confiança.

Tite está renovando não só tecnicamente e taticamente como psicologicamente a seleção. Ele é o que temos de novo naquele conjunto de idéias, que falamos no começo do artigo, levando a seleção para um caminho de evolução. Mas isso é o que todo mundo já estava ciente quando ele foi contratado. Após o histórico 7×1 ficamos órfãos, desesperados e extremamente amargurados, esperando por uma renovação e um técnico capaz de mudar todo esse panorama. E então? Dunga era o novo técnico da seleção, uma pessoa que tentou essa renovação e falhou, que  em sua ultima passagem de nada acrescentou de novo a nossa seleção. Forma dois anos de sofrimento e como esperávamos, nada de novo e a demissão do treinador.

Então por pura pressão acabaram por contratar Tite, o Senhho Adenor, uma chama de esperança se acendeu no coração do torcedor esperando que ele trouxesse a tão sonhada renovação. Não podemos prever o futuro, mas pelo menos sabemos que as coisas podem evoluir agora. Claro que não podemos julgar os aspectos físicos e técnicos e táticos de seu trabalho no momento, mas pelo menos no aspecto psicológico as coisas se renovaram.

Um time unido e com a confiança em alta pode dar voos muito altos

Um time unido e com a confiança em alta pode dar voos muito altos

Equador. Estreia do novo técnico contra o vice-líder. Altitude. Desconfiança na escalação. Confiança no homem que escalou. E veio o primeiro detalhe de que estamos a frente de um sujeito que merece a fé depositada nele, a seleção encarou o adversário de cabeça erguida e sem desesperos, os jogadores estavam claramente mais leves, enfrentaram um jogo duro e conseguiram manter as rédeas do mesmo na hora que precisaram. Gol, gol, gol. 3×0.

Então chegou um jogo contra um adversário mais forte, a Colômbia. Um jogo para confirmar o início de um bom trabalho. Um gol saiu aos 3 minutos. Alegria! Um pouco depois, um contra chorado em uma cobrança de bola parada. Assim então começa o primeiro teste de Tite com aquele problema da seleção que já estamos acostumados. Tomamos um gol! E agora? As coisas acabaram sendo diferentes dessa vez. Os jogadores mantiveram a calma e continuaram atacando e com paciência chegamos ao segundo gol e ganhamos o jogo.

Nos dias entre um jogo e o outro, um vídeo postado por Neymar mostra 5 dos titulares dançando e “resenhando” no vestiário. De início podemos entender que esse vídeo nada quer dizer, mas quando analisamos a postura dos jogadores dentro de campo, a cena do vestiário claramente se torna sintomática, os selecionados estão com a cabeça tranquila, e isso pode sim ser atribuído a Adenor, vide seus trabalhos recentes. Não confundam as coisas, nenhum dos jogos foi um primor técnico ou tático, há muito a ser feito, e muito a evoluir, mas o psicológico está no caminho certo, a confiança aos poucos é remendada, o time esteve e se postou seguro.

Agora os jogadores tem plena confiança naquele cara que fica gritando do lado de fora do campo. Até nós torcedores confiamos nesse cara. Com uma identidade diferente das demais, nossa esperança por voltar aos tempos de glória está em Tite, com ele esperamos esquecer as decepções que tivemos no passado mais próximo.

One Comment

  1. Manuel Antonio

    10 de setembro de 2016 at 05:48

    que faca o seu melhor o treinador estamos espera de ver aquele brazil de bom futebol

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shop giay nuthoi trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautiful