Futebol no Planeta

Túnel do tempo: A seleção de Espanha da Euro 2012

Fizemos uma análise mais detalhada sobre a seleção vencedora espanhola que faturou a Euro 2016. É fundamental analisar o seu desempenho na fase de grupos e nas fases finais, para conseguir compreender o porquê do seu sucesso.

O favoritismo espanhol

Antes de se iniciar Eurocopa de 2012 que se realizou na Polónia e na Ucrânia, a seleção espanhola já era considerada por muitos e pela maioria das casas de apostas online, como a Betclic, a Betfair, a Bwin, entre outras, como a grande favorita à conquista do título. Essa situação devia-se ao fato da seleção espanhola ter vencido a ultima Copa do Mundo na África do Sul em 2012 e a ultima Eurocopa na Áustria e Suiça em 2008 e por ocupar o primeiro lugar do ranking da FIFA.

A fase de grupos

Na fase de grupos, o percurso da seleção espanhola não foi brilhante, mas foi pragmático. No primeiro jogo, a Furia empatou com à seleção italiana, naquele que foi considerado um bom teste às capacidades das duas equipes. No segundo jogo, “atropelou” completamente a seleção da Irlanda e venceu a partida por quatro a zero. No terceiro e último jogo da fase de grupos, aquele que decidiria o apuramento para as quartas de final da competição, os espanhóis derrotaram os croatas pelo placar mínimo.

A fase das eliminatórias

Na segunda fase, também conhecida como mata-mata, a seleção da Espanha cresceu como equipe e devido à sua experiência e cultura tática conseguiu impor a sua superioridade aos seus adversários.

A força do tiki-taka

Nas quartas-de-final da competição, os comandados de Vicente Del Bosque enfrentaram a seleção francesa de Laurent Blanc e venceram de forma categoriaca por dois a zero. Neste jogo, o famoso tiki taka espanhol, forma como os espanhóis trocam a bola entre si, esteve irrepreensível e mostrou que a seleção da Espanha estava neste torneio para ganhar.

A estrelinha de campeão

Nas semi-finais, a seleção da Espanha defrontou a seleção de Portugal e o jogo só foi decidido nos pênaltis. Este foi, sem dúvida, o jogo mais complicado para a seleção espanhola, pois nunca conseguiu livrar-se da teia que a seleção de Portugal montou para travar as suas investidas. Os espanhóis não impuseram o seu estilo de jogo, nem conseguiram manter a posse de bola (as suas principais armas) e foram forçados a recorrer ao jogo direto para os seus atacantes, coisa que há muito já não se via na seleção espanhola. No entanto, no final do jogo, a seleção da Espanha, com a estrelinha de campeão, venceu a seleção de Portugal por quatro a dois nos pênaltis.

A revalidação do título

Na final, a seleção de Espanha defrontou a seleção da Itália, o seu primeiro adversário na fase de grupos, e venceu de forma atípica por quatro a zero. A armada espanhola, conhecida como “Fúria”, foi mais forte e eficaz, o que fez com que vencesse, pela segunda vez consecutiva, a Eurocopa, depois de ter vencido o Mundial de 2010. Esta é, sem dúvida, uma Espanha que entrou diretamente para a história, pois venceu um Europeu, um Mundial e outro Europeu, feitos extraordinários que nenhuma outra seleção ousou conseguir.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shop giay nuthoi trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautiful