Futebol no Planeta

Messi é o melhor jogador de Novembro

Mais um mês do eleito cinco vezes melhor do mundo. No prêmio Bola de Ouro do Mês, do site Futebol no Planeta, não tem títulos, personalidade, patrocínios e imagem perante ao público. É quem jogou melhor e ponto! Para a nossa equipe, mais uma vez não houve dúvidas. Lionel Messi sobe ao lugar mais alto do pódio pela terceira vez em 2016.

1º Lionel Messi (Barcelona)

Um outubro avassalador. E novembro não foi diferente para Lionel Messi. Outra vez o camisa 10 do Barcelona foi mágico! Mais uma vez encantou todas as vezes que entrou em campo e novamente o reverenciamos.

O Barcelona voltou a enfrentar o Manchester City, em outubro. Desta vez, o time de Guardiola deu o troco e venceu de virada por 3×1. Mas, antes da derrocada na Inglaterra, Messi liga Neymar do campo de defesa e em seguida acelera para seguir o companheiro. O complemento da jogada é o brasileiro devolvendo para o craque invadir a área e abrir o placar. É incrível como ele compreende o jogo. Simples, mas precisa ser genial para tudo parecer tão fácil como ele faz.

Veio então a dura partida contra o Sevilla pelo Campeonato Espanhol. Neste duelo, Messi fez chover. O Barça perdia por 1×0 e garantiu a virada no caldeirão do Ramón Sánchez Pizjuán. Um gol e o passe para o tento da vitória de Luis Suárez. Além, é claro, de um show de jogadas. O show se repetiria contra o Celtic! Mais dois gols. E em uma das piores partidas do ano para o Barça, no Anoeta, empate de 1×1, quando a Real Sociedad dominava o time de Luis Enrique. Mas Messi, mesmo no pior cenário, marcou e garantiu o empate.

Lionel Messi é tão incrível que em um ano que Cristiano Ronaldo ganhou a Liga dos Campeões e a Eurocopa, e o argentino perdeu um pênalti decisivo na decisão da Copa América, é normal pensar ser um absurdo o português não ser eleito o melhor. Por mais que tudo indique que ele ganhe. Novembro é de Messi. Disparado na liderança, mês a mês, está ele também.

2º Suso (Milan)

Em 2010, o Liverpool observou e apostou no jovem meia espanhol Suso, quando ele tinha 17 anos. Em 5 anos de clube, que ainda contou com um empréstimo para o Almería, foram poucos jogos em Anfiel Road. Isso levou o canhoto a não renovar com o time inglês. Sua casa, seria o Milan. Mas antes um empréstimo ao Genoa, que fez Vincenzo Montella o tornar titular nesta temporada. Que faz de Suso o segundo melhor jogador em novembro para nossa equipe.

Foram apenas três jogos do Milan de Suso. O lanterna Palermo, o Empoli e o derby contra a Inter de Milão. Em todos estes jogos o meia espanhol foi decisivo! Contra o Palermo, um gol oportunista e uma assistência. Neste jogo, a bola parecia estar magnetizada à Suso. As bolas espirradas o procuravam, até mesmo os passes errados voltavam para ele. E foi nesta conexão entre a bola e a canhota do camisa 8 que saiu o gol da vitória. Após um escanteio cortado, Suso aproveitou o rebote para Lapadula fazer de letra. Em uma jogada semelhante minutos antes, ele quase acertou a gaveta do time siciliano.

No Derby della Madonnina foi onde a estrela de Suso mais brilhou. Dois golaços no empate de 2×2. Um com um chute colocado para bater um dos melhores goleiros do mundo, Samir Handanovic. Já o segundo com uma tabelinha, um belo come no zagueiro nerazzurro e o toque na parede da baliza. Jogo que credenciou o espanhol ao time da semana do Fifa 17! Quem é viciado no simulador de futebol sabe bem!

Para encerrar com chave de ouro novembro, mais dois passes para gol e uma bola na rede! O Milan deve muito a Suso por retornar a boa fase nesta temporada. Principalmente neste mês de novembro.

3º Diego Costa (Chelsea)

Diego Costa e Hazard são o espelho do Chelsea. E neste mês de novembro o hispano brasileiro encarnou a alma do time de Antonio Conte, agora líder do Campeonato Inglês.

Em apenas três jogos, dois gols e duas assistências. Nenhum deles foram espetaculares, como o feito no clássico contra o Manchester City, no último dia 3 de dezembro, quando dominou no peito um lançamento de cerca de 40 metros e fuzilou a rede com Otamendi no encalço. Mas foram gols e jogos típicos do Diego Costa que explodiu para o mundo no Atlético de Madrid.

É um dos melhores momentos de Diego Costa pelo Chelsea. E este mês está entre um dos mais efetivos. Diante do Everton, um gol e uma assistência. Contra o defensivo e fechado time do Boro, um gol na raça, em cobrança de escanteio, após o bate-rebate. Já no derby de Londres contra o Tottenham, uma belíssima jogada pela esquerda, assumindo o papel de Hazard, que culminou no passe e na bola na rede do companheiro Victor Moses. Muito pela entrega, muito pelos gols que não param de sair. Tudo combinado resultou num ótimo mês para Diego Costa.

Menções Honrosas: Timo Werner (RB Leipzig), Emil Forsberg (RB Leipzig), Mesut Özil (Arsenal), Philippe Coutinho (Liverpool), Pierre-Emmerick Aubameyang (Borussia Dortmund), Cavani (PSG) e Ricardo Quaresma (Besiktas).

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shop giay nuthoi trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautiful