Futebol no Planeta

Vídeo: Top 5 brigas da Libertadores

Top 5 brigas da Libertadores

Muitos usam o “espírito da Copa Libertadores” para justificar mais vontade em um jogo da competição, ou o uso de catimba, ou até mesmo o de violência no torneio. No geral, é apenas uma desculpa para um time ruim tentar se motivar.

O problema é quando levam a sério demais esta ideia, a ponto de manchar a história do principal torneio da América do Sul.

Assim, diversas brigas muito violentas já ocorreram no maior palco do futebol no continente. E, com as oitavas de final chegando ai, é inevitável relembrar algumas das brigas que deixam a competição com mais fama de violenta do que pelo que realmente deveria ser lembrada: o nível do futebol jogado.

LEIA MAIS: OS MAIORES CLUBES DA LIBERTADORES

5º Lugar – Palmeiras x Grêmio – 1995

Grêmio e Palmeiras jogavam as quartas da Copa Libertadores de 1995. No jogo de ida, Rivaldo já havia sido expulso quando Dinho, volante tricolor, acertou uma cabeçada em Válber, do time paulista, que revidou com um soco. Os dois foram expulsos.

Fora de campo, a briga seguiu e envolveu até o goleiro Danrlei, que acertou o palmeirense pelas costas. A pancadaria generalizada só acabou com a entrada da polícia. Depois de vencer em casa por 5 a 0 e perder de 5 a 1 fora, o Grêmio avançou e seria campeão.

Não entendi o que um rapazinho está fazendo correndo no campo enquanto o bicho pega… da pra entender? O pior de tudo é que ninguém ta nem ai! Tipo continua a treta ai galera!

O piro de tudo é a entrevista do Amaral! Primeiro ele diz que a culpa é do Juiz que expulsou os caras que estavam brigando dentro de campo… A culpa é do Juiz? Vocês entenderam? Ele queria deixar os cara brigando em campo tipo MMA?

E o melhor veio depois…

Ele meio que justifica o porque arregou e não entrou na briga, “sou um cara fraco, se eu entrar no meio eu tomo um pau, com meu corpo aqui eu vou bater em quem?”

Arregou! kkkkkk

4º Lugar – América de Cali x River Plate – 2003

O América de Cali fez 4 a 1 no River para eliminar os argentinos nas quartas de 2003. A briga começa após o técnico do América puxar o cabelo de um jogador do River, que responde com um soco.

Que coisa de louco, o cara do River vai tirar uma satisfação com o técnico do América de Cali e o tiozinho puxa o cabelo do jogador, e ainda leva uma bifa de brinde kkkk.

Depois a briga continua, mas sem mais envolvimento de outros jogadores.

Mas o que eu achei mais engraçado e original foi a forma como o técnico foi querer bater no jogador, podia dar um soco, tapa na cara sei lá… mas puxar o cabelo foi a mais…

Essa foi boa!

3º Lugar – Argentinos Juniors x Fluminense -2011

No fim do jogo, os argentinos mostraram que não sabem perder e partiram para a briga. A atitude contrariou a própria torcida, que aplaudiu a heroica classificação do Fluminense.

E se você conferir o vídeo pode ver que o negócio ficou doido!

Palmas para o Conca que mesmo daquele tamainho não arregou da briga como no nosso amigo amaral que eu citei no artigo, o cara continuou comemorando!

E como disse o narrador… Tem pancadaria mas no final tem festa tricolor!

2º Lugar – Palmeiras x Cerro Porteño – 2006

O intervalo da derrota palmeirense por 3 a 2 para o Cerro Porteño, no Parque Antártica, na primeira fase da Libertadores de 2006, ficou marcada por uma briga generalizada. Tudo começou com o desentendimento entre Washington e Baez ao final do primeiro tempo, que foi punido com expulsão pelo árbitro na volta dos vestiários.

Só que em vez de Washington, Douglas recebeu o vermelho e se revoltou, acertando um soco em Baez que desencadeou novo quebra-pau.

Em campo, o Palmeiras se classificou para as oitavas apesar da derrota.

O negócio começou tranquilo, tão tranquilo que até nosso querido Edmundo resolve não entrar na briga e vai pro vestiário. Cenas raras meus amigos!

Depois quando o juiz expulsa os dois jogadores o negócio endoida!

O que mais me chama atenção nesse jogo é o nosso amigo Edmundo mais uma vez fora da briga! Da pra acreditar!!!!!

Engraçado né, a polícia chega sempre muito tempo depois, parece que eles ficam tipo querendo ver um pouco da briga pra depois fazer alguma coisa.

LEIA MAIS: OS ESTÁDIOS MAIS TEMIDOS DA LIBERTADORES

1º lugar – América x São Caetano – 2004

Um gol decisivo do São Caetano marcado no final do duelo pelas oitavas de final da Libertadores de 2004 foi a senha para uma pancadaria generalizada no Estádio Azteca. Houve invasão de campo, muita troca de socos e pontapés e uma imagem que ficou para sempre marcada no torneio: a de um torcedor tentando arremessar um carrinho de mão nos jogadores do São Caetano.

Mais uma das melhores partes da treta uma briga entre o goleiro do São Caetano e um membro da comissão técnica do América que parecia até MMA. No final o goleirão se deu mau.

Cara daonde esses caras tiraram um carrinho de mão em uma arquibancada de estádio de futebol?

Teve até torcedor invadindo o campo dai o time do São caetano resolveu dar no pé…

Lamentavel né?

Gostou do vídeo? Curte lá no Youtube então deixe seu comentário e se inscreva no canal.

Um forte abraço e até o próximo vídeo.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shop giay nuthoi trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautiful