Futebol no Planeta

Seleção do Campeonato Inglês

Começamos uma nova temporada europeia. O campeonato inglês começou com tudo e a maioria dos clubes conseguiu manter seus craques nos elencos.

Servindo para dar uma palhinha do que está por vir vou mostrar pra vocês hoje nossa seleção do campeonato inglês da temporada passada para vocês ficarem de olho em cada um dos jogadores para podermos analisar novamente no final da temporada.

LEIA MAIS: Os uniformes mais bonitos da Premier League

Escolhi os melhores jogadores de cada posição e o treinador de maior destaque. Confira os eleitos:

Seleção do Campeonato Inglês

Goleiro: David De Gea (Manchester United)

Seleção do campeonato inglês - David de Gea Manchester United

Seguro como sempre, a despeito de o Manchester United ter, novamente, vivido temporada novamente de altos e baixos, o espanhol voltou a se mostrar em grande forma. Nas 35 partidas em que esteve em campo no campeonat inglês assegurou importantes 14 jogos sem tomar gols e mais: sofreu apenas 29 gols, marca excelente. Ninguém mais duvida da grandeza do goleiro espanhol. Contudo, neste ano a votação foi apertada e o também excepcional Courtois, do Chelsea, chegou perto de lhe roubar o posto. Fica para próxima, Courtois!

Lateral Direito: Kyle Walker (Tottenham)

Seleção do campeonato inglês - Kyle Walker do Tottenham

Kyle Walker dominou a votação desse ano na seleção do campeonato inglês, deixando seus competidores comendo poeira, da mesma forma que fez com seus adversários. Com liberdade para avançar (uma vez que o Tottenham incorporou o uso de três zagueiros), viveu sua melhor temporada da carreira. Na Premier League, distribuiu cinco importantes assistências e foi extremamente regular – o que se cobrava dele em outros tempos.

Zagueiro: Toby Alderweireld (Tottenham)

Seleção do campeonato inglês - Toby Alderweireld do Tottenham

Também do Tottenham, o zagueiro Toby Alderweireld foi um dos escolhidos para formar a melhor defesa da temporada. Ainda mais adaptado ao time de Mauricio Pochettino, foi uma fortaleza na retaguarda dos Spurs, ajudando os laterais a evoluir e seus companheiros de setor, Jan Vertonghen e Eric Dier, a mostrar altíssimo nível. A defesa do time que se despediu do estádio White Hart Lane foi a menos vazada do campeonato e, em toda a competição, Alderweireld recebeu apenas um cartão amarelo.

Zagueiro: David Luiz (Chelsea)

Seleção do campeonato inglês - David Luis do Chelsea

É importante ressaltar o quão disputada foi a busca por um companheiro para o beque do Tottenham, tanto que deu empate. Zagueiros do Chelsea, Gary Cahill e David Luiz receberam o mesmo número de votos e compõem a seleção da temporada. Justíssimo, já que falamos na segunda melhor defesa da competição.

Atuando como líbero, o brasileiro voltou a viver ótimo momento. Menos atrapalhado e com mais liberdade para desenvolver seu futebol, renasceu – tanto que voltou à Seleção Brasileira.

Lateral Esquerdo: Marcos Alonso (Chelsea)

Seleção do campeonato inglês - Marcos Alonso do Chelsea

Os olhares desconfiados da época da contratação do lateral espanhol pelo Chelsea deram lugar à admiração. Atuando como ala, Marcos Alonso teve liberdade para ir à frente, marcar gols (seis), prover assistências (três) e se entrosou muito bem com Eden Hazard. Sua adaptação no time foi fundamental para o título do Chelsea e é com justiça que o jogador foi o eleito. Contudo, convém ressaltar que Alonso foi perseguido de perto por outro atleta que fez ótima temporada no campeonato inglês: Danny Rose, do Tottenham.

Volante: N’Golo Kanté (Chelsea)

Seleção do campeonato inglês - N'golo Kanté do Chelsea

N’Golo Kanté foi a única unanimidade da votação. Se no ano passado o volante francês já havia sido fundamental para o título inglês do Leicester City, nesse brilhou tanto quanto. De camisa nova – ainda azul –, representando o Chelsea, o jogador foi bicampeão nacional e seguiu sendo o recordista de desarmes e interceptações da temporada. Confirmou, pois, o que sua temporada anterior já havia atestado: é hoje o melhor recuperador de bolas do campeonato inglês e do mundo.

Meio Campista: Dele Alli (Tottenham)

Seleção do campeonato inglês - Dele Alli do Tottenham

Além dele, Alli também merece toda a ovação possível. Aos 21 anos, mostrou evolução da temporada anterior para essa. Seguiu sendo peça versátil e revelou ainda maior poder de decisão: anotou 18 gols e proveu sete assistências. Mais maduro, recebeu menos cartões amarelos e melhorou alguns de seus índices – sobretudo o de aproveitamento de passes, que passou de 75,9% para 80,7%.

Ponta Esquerda: Eden Hazard (Chelsea)

Seleção do campeonato inglês - Eden Hazard do Chelsea

Após viver temporada dificílima em 2015-2016, penando em um Chelsea que não se encontrou, Eden Hazard recuperou seu melhor nível na temporada que terminou. Taticamente, deixou de atuar tão aberto, aproximou-se do gol e voltou a ser brilhante. Além disso, mostrou impressionante vontade, disputando bolas e buscando sempre se manter em pé em divididas. É, pois, justamente premiado. Ao todo, balançou as redes 16 vezes e criou cinco assistências.

Ponta Direita: Alexis Sánchez (Arsenal)

Seleção do campeonato inglês - Alexis Sanchez do Arsenal

Como o belga, Alexis Sánchez foi fantástico, tendo ainda vivido as dificuldades de atuar em um time completamente instável, dentro e fora dos campos, com as especulações sobre a permanência (ou não) do treinador Arsène Wenger. Alheio a isso, o chileno marcou impressionantes 24 gols e deu 10 assistências. Foi decisivo demais.

Atacante: Harry Kane (Tottenham)

Seleção do campeonato inglês - Harry kane do Tottenham

Artilheiro da Premier League 2016-2017, Harry Kane só não fez chover na temporada. Liderança técnica e referência fundamentais para o Tottenham, anotou 29, provendo, ainda, sete assistências. Ele marcou de todos os jeitos possíveis: gols de matador, finalizações de rara perícia, com os pés, a cabeça, de pênalti

Atacante: Romelu Lukaku (Everton)

Seleção do campeonato inglês - Romelu Lukaku do Everton

O atacante belga não ficou muito atrás de Harry Kane. Seus números são impressionantes e ainda contamos com o fato dele atuar em uma equipe inferior ao Tottenham.

São 25 gols na temporada e seis assistência. Como Harry Kane, Lukaku sobrou e fez gols de todas as formas possíveis.

Treinador: Antonio Conte (Chelsea)

Seleção do campeonato inglês - Antonio Conte do Chelsea

Antonio Conte leva o prêmio dessa temporada também com sobras: o treinador do Chelsea revolucionou o futebol inglês. Após um início titubeante, renasceu o esquema com três zagueiros, fez do lateral César Azpilicueta um deles, transformou David Luiz em líbero, reacendeu a chama do talento de Eden Hazard e potencializou o desempenho de peças como Victor Moses e Marcos Alonso. Com rara perícia, Conte extraiu o melhor de seus atletas e fez tendência na Inglaterra.

Vocês gostaram da nossa seleção da Premier League? Podem discordar e opinar a vontade! Deixe sua opinião aqui nos comentários.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shop giay nuthoi trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautiful