As condições mais bizarras em contratos de jogadores de futebol

Alguns times colocam cláusulas bem curiosas nos contratos de seus atletas, veja as mais engraçadas.

Você com certeza já ouviu falar dos prêmios que existem em muitos contratos por aí, como quando um time é campeão, por exemplo, o atleta que mais atuou ganha um bônus financeiro, o artilheiro também recebe alguma recompensa por isso e por aí vai. Mas e as condições mais bizarras, você já viu? Tem muito atleta por aí que é proibido de fazer várias coisas que você nem imagina. O site Área H listou para você.

LEIA MAIS:  Clubes com maior patrocínio no futebol

1 – Luis Suárez – Proibido de morder

Após as polêmicas mordidas que o atacante Uruguaio deu em seus adversários, especialmente durante a Copa do Mundo, que o deixou suspenso do futebol por 9 jogos, o Barcelona se viu obrigado a colocar uma cláusula bem curiosa em seu contrato: Luizito não poderia morder nenhum jogador se quisesse continuar atuando pelo time catalão. Felizmente esse condição o colocou na linha, e ele nunca mais repetiu o erro.

2 – Roberto Firmino – Arsenal não!

O atacante da Seleção Brasileira, Roberto Firmino foi contratado pelo Liverpool em 2015, e quando assinou o contrato, uma das condições é que ele não poderia jogar pelo rival Arsenal. A rixa entre os times é antiga, mas ficou um pouco mais intensa em 2013, quando o Arsenal ofereceu 40.000.001 libras ao atacante Luis Suárez (que na época atuava pelo Liverpool), isso irritou os dirigentes pois havia um acordo que determinava que Suárez deveria notificar sempre que recebesse uma oferta maior de 40 milhões. A negociação nunca andou pois não passou de uma provocação.

3 – Rafael Van Der Vaart – Nada vermelho

Na verdade essa não é nem uma condição exclusiva ao Van Der Vaart quando ele atuava pelo Betis, em 2015, mas praticamente ao time espanhol todo. A grande diferença é que estava por escrito no contrato do Van Der Vaart, enquanto dos outros era mais um acordo verbal.

A condição dizia que não era permitido usar nada vermelho, chuteira, munhequeira ou qualquer outro acessório vermelho, isso por conta do rival Sevilla. Para se ter uma noção do fanatismo ao Betis e ódio ao Sevilla, patrocinadores já tiveram de mudar suas cores por ter detalhes vermelhos no logo.

 4 – Mario Balotelli – sem diversão extracampo

O italiano Mario Balotelli é um jogador bem polêmico. Já se envolveu em inúmeras confusões e já fez muita besteira por aí. Em seu contrato assinado em 2015 pelo Milan, ele ficou proibido de várias diversões fora dos gramados, como beber, fumar em excesso, ir a balada, usar roupas e cortes de cabelo extravagantes e postar coisas impróprias em suas redes sociais. Será que foi por isso que o atacante não vingou no Milan?

5 – Mario Balotelli – bom comportamento em campo

Não, você não leu errado, ele aparece aqui na lista mais uma vez. Mas agora é pelo Liverpool, time que ele atuou em 2014. E o time inglês também tinha conhecimento sobre o mau comportamento do atacante, por isso decidiu colocar em seu contrato uma premiação a Mario caso ele não fosse expulso mais de 3 vezes, não cuspisse em nenhum adversário e nem falasse nada ofensivo, caso conseguisse ele receberia 1 milhão de libras. Mesmo não tendo sido expulso nenhuma vez nem cuspido em ninguém, ele não cumpriu o contrato até o final, portanto não recebeu o bônus.

6 – Dennis Bergkamp – “Não ando de avião!”

O jogador holandês é um dos grandes nomes da história do futebol, entretanto o que muita gente não sabe é que ele tinha fobia em andar de avião. O medo era tão grande que ele teve que ser dopado para viajar aos EUA disputar a Copa do Mundo de 1994. Ele fez muito sucesso pelo Arsenal, entretanto só jogava as partidas fora de casa caso não precisasse entrar em um avião. “Nas negociações com o Arsenal, se eu dissesse um milhão, eles automaticamente subtraíam cem mil ‘porque você não voa’. E eu aceitei”, relatou em sua autobiografia

 7 – Spencer Prior – Comer testículos de carneiro

“Oi, tudo bem? Quer jogar no Cardiff City? Mas para isso você vai precisar comer testículos de carneiro com molho de limão e salsa” mais ou menos assim deve ter sido a conversa entre o presidente Sam Hammam e Spencer Prior. Parece muito estranho, mas é verdade. Essa condição deve ter acontecido por conta da descendência libanesa do presidente do clube. Para brincar, ele ainda foi informado que precisaria manter relações sexuais com ovelhas. Essa segunda parte não passou de uma piada, mas a dieta inusitada seguiu firme durante 3 anos.

8 – Stefan Schwarz – Fique no planeta terra!

Quando assinou com o Sunderland, da Inglaterra, Stefan ficou proibido por contrato de viajar ao espaço. Isso mesmo, o atleta não podia sair do planeta Terra. Isso porque dirigentes do clube foram informados que ele tinha uma passagem de um voo comercial que viajaria para o espaço em 2002. Mesmo sem nunca ter saído da Terra, o sueco ficou conhecido como o Astronauta.

9 – Guié-Mien – Aula de gastronomia… para a esposa

Determinado em manter a dieta 24h por dia, o congolês Guié exigiu ao Eintracht Farnkfurt que pagasse um curso completo de gastronomia à sua esposa. O clube aceitou e ele atuou na Alemanha por 4 anos.

10 – Neil Ruddock – Não passar dos 98kg

O gordinho (ou ex gordinho) Neil Ruddock teve prejuízo muito grande com o Crystal Pallace, isso porque ele era obrigado a pagar uma multa toda vez que a balança marcasse mais de 98kg. Ele ultrapassou esse peso 8 vezes em seis meses. E em todas as vezes se viu obrigado a abrir mão de 10% do seu salário. Existem boatos que ele não estreou na data estipulada pois a camiseta era pequena demais para o zagueirão.

11 – Giuseppe Reina – Nova casa a cada ano de contrato

Quando assinou contrato com o Aminia, o atacante foi bem “espertão” e solicitou uma casa nova a cada ano de contrato. Entretanto, os dirigentes do time da segunda divisão alemã foram mais inteligentes, e não determinaram o tamanho da casa no contrato, com isso, eles entregaram uma casinha de lego a cada temporada que ele completava vestindo a camisa do clube. Apesar dessa espécie de piadinha, ele cumpriu os 3 anos que tinha de contrato.

12 – Matija Nastasic – O médico não permite usar essa chuteira!

Quando assinou contrato com o Shalke 04, o zagueiro era obrigado a usar chuteiras do mesmo fornecedor das camisetas do time – Adidas-, a menos que um médico dissesse o contrário. Parece que ele arrumou um atestado médico, e atuou por muitas vezes com chuteiras da Nike.

One Comment

  1. Pingback: Contratos de jogadores de futebol com cláusulas bizarras - Futebol no Planeta - Futebol 24h

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shop giay nuthoi trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautiful